7 de out de 2014

Pré Adolescente Lição 02 - O Espírito Santo e a igreja

Pré Adolescente
Lição 02 - O Espírito Santo e a igreja
Texto Bíblico: Atos 2:1-4, 16-17.
Objetivos:
Entender a necessidade de buscar o poder do Espírito Santo;
Reconhecer que o Espírito Santo Continua operando na Igreja.
Versículo visualizado:”Porém quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas” Atos 1.8a
Palavra do dia: Espírito Santo

Nota:
O batismo no Espírito Santo é a maior necessidade do cristianismo atual. A maior necessidade de cada homem do mundo é receber Jesus como seu Salvador. mas a maior necessidade de cada crente é receber o batismo no Espírito Santo e viver nesse poder. E essa benção pertence a todos os crentes, em todosos tempos. A bíblia diz: "Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar" (Atos 2:39)
O Espíritoa Santo desempenha uma série de papeis na vida do crente e, portanto, para que o crente teha uma vida abundantena obra do Senhor, precisa estar revestido do oder do Espírito. São muitas as atividades do Espírito Santo em nossa vida podendo ser conhecidas algumas delas, conforme enumeradas abaixo:

O ESPÍRITO SANTO:
1 -FALA, Jo 16:13.
2- SANTIFICA,1 Pe 1:2.
3 -ENSINA, Jo 14:26.
4 - INTERCEDE, Rm 8:26.
5 - ORDENA, At 16:6,7.
6 - EDIFICA E CONSOLA, At 9:31.
7 - CONVENCE o mundo do seu pecado, da justiça e do juízo, Jo 16:8-11.
8 - Nos santifica e será o agente da nossa ressurreição, Rm 8.11.
9 - REVESTE O CRENTE DE PODER, Lc 24: 49.
10 -INSPIRA a Palavra de Deus , a Bíblia, a pregação e o próprio crente para realizar a Sua obra. 1Co 12:7,11.


Lição 02 - O Espírito Santo e a igreja
Professor explique aos alunos que nos tempos do Antigo Testamento, o...



Texto Bíblico: Atos 2.1-4,16-17

Professor explique aos alunos que nos tempos do Antigo Testamento, oEspírito de Deus vinha sobre indivíduos isolados, ou pequenos grupos, somente em ocasiões especiais e somente de uma maneira temporária, para ajudá-los a cumprir os objetivos de Deus (Êx 31.3; Jz 14.6; 1 Sm 16.13). Como os apóstolos estavam reunidos em Jerusalém para a festa de Pentecostes, era chegada a hora do cumprimento da promessa de Cristo de enviar o seu Espírito de forma completa e permanente sobre todos os crentes (Lc 24.49; Jo 14.16,17, 26; 16.5-15). Este maravilhoso derramamento de Deus forneceu aos crentes o poder sobrenatural para levarem a mensagem transformadora de vidas do Evangelho até os confins da terra (At 1.8). Este foi o dia em que Cristo cumpriu a sua promessa de enviar o Ajudador, o Consolador, o Espírito Santo que iria residir permanentemente naqueles que depositassem a sua fé em Cristo. E que dia foi esse! O derramamento individualizado que Deus fez do seu Espírito na vida de 120 crentes resultou num derramamento efetivo da sua história, transformando a vida de três mil pessoas em um único dia.

O Dia de Pentecostes era uma festa anual celebrada no dia seguinte ao sétimo sábado depois da páscoa (Lv 23.15,16). Como a data era determinada pela passagem de uma “semana” dentre algumas semanas (sete semanas), era frequentemente chamada de Festa das Semanas. A palavra “Pentecostes” significa “cinquenta”, e a festa tinha este nome porque era comemorada cinquenta dias depois da Páscoa. Pentecostes era uma das três maiores festas anuais celebradas pelos judeus (juntamente com a Páscoa, cinquenta dias antes, e a Festa dos Tabernáculos, aproximadamente quatro meses depois). Jesus foi crucificado na época da Páscoa e subiu aos céus quarenta dias depois da sua ressurreição. O Espírito Santo veio cinquenta dias depois da ressurreição, dez dias depois da ascensão.

O termo todos se refere aos 120 crentes mencionados em 1.15(Atos). O mesmo lugar onde eles estavam era, provavelmente, o mesmo cenáculo mencionado em Atos 1.13. Muito provavelmente, os crentes estavam orando, como tinha sido seu costume regular durante o período que se iniciou com a ascensão.

O Espírito marca o início da experiência cristã. Ninguém pertence a Cristo se não tiver o seu Espírito (Rm 8.9); ninguém está unido a Deus sem o seu Espírito ( 1 Co 6.17); ninguém é adotado como filho de Deus sem o seu Espírito ( Rm 8.14-17; Gl 4.6,7); ninguém está no corpo de Cristo (em completa plenitude) exceto pelo batismo no Espírito (1 Co 12.13).

Texto extraído do: Comentário do Novo Testamento Aplicação Pessoal, vl 1, CPAD


Nenhum comentário:

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...