13/07/2014

Pré-Adolescentes Lição 03: O cuidado de Deus por mim!

Pré-Adolescentes

Lição 03: O cuidado de Deus por mim!
Texto Bíblico: Marcos 5.22,27 ,34, 38, 39.
objetivos: Reconhecer que Deus cuida de sua vida nos mínimos detalhes;
Entender que ele tem o dever de valorizar seu direito a saúde e preservá-la.
Versículo visualizado: “A alegria faz bem a saúde; estar sempre triste é morrer aos poucos.” Provérbios 17.22
Palavra do dia: Saúde

Lição 03 - O cuidado de Deus por mim!

Texto Bíblico:  Marcos 5.22-25,27,34,38,39

O Almirante está abordo
A vida não é um cruzeiro de férias, sem nenhuma responsabilidade. Deus o encarregou de conduzir o barco; fez de você o capitão. Ele exige que você use o seu talento e as suas habilidades nesta viagem. No entanto, Deus não solta simplesmente as amarras e acena enquanto você parte para o mar. Ele graciosamente envia o seu Filho Jesus junto com você nesta viagem. Neste momento, ao olhar para o amplo e incerto oceano, você pode obter consolo sabendo que o seu Almirante está no convés.

Antes de se inscrever na esquadra, você pensou que estar sob a autoridade de Jesus seria ameaçador, difícil e humilhante. Agora você descobre que é confortador. Você não precisa navegar sozinho pela vida, ameaçado por águas infestadas de tubarões, céus tempestuosos e navios inimigos. Você permanece no comando, com as mãos no leme, mas agora tem a bordo um oficial que poderá orientar, incentivar, fortalecer e proteger você. Jesus é, em última análise, responsável por garantir que você chegue a portos seguros, e Ele tem a sabedoria e a capacidade divina para fazer com que isto aconteça. Ele tem domínio não apenas sobre você, mas sobre toda a criação. Sob a liderança dEle, você pode ficar a salvo e aproveitar a viagem, alegrando-se com a aventura, mesmo que diariamente seja posto à prova e seja desafiado a crescer na arte de navegar.

Quando navegamos pelo mar aberto, Jesus nos orienta e instrui. O objetivo de Deus para esta viagem não é meramente trazê-lo a um porto, mas transformá-lo ao longo do caminho. Quando chegar ao seu destino, você terá se tornado muito mais do que um capitão experiente; o seu equilíbrio e comportamento serão tais que, não fosse a insígnia do seu uniforme, ninguém conseguiria diferenciar você do seu Almirante.

Texto extraído do livro: Graça Diária,p.77 CPAD


Juniores Lição 03 - Eu sou pecador

Juniores

Lição 03 -  Eu sou pecador
Texto Bíblico: Gênesis 3.1-24
Objetivos:  Explicar que , por causa do pecado de Adão e Eva, todas as pessoas nascem pecadoras.
 Versículo-chave : “ o pecado entrou no mundo por meio de um só homem, e o seu pecado trouxe consigo a morte. Como resultado, a morte se espalhou por toda a raça humana porque todos pecaram.” Romanos 5.12

Lição 03 - Eu sou pecador
Texto Bíblico: Gênesis 3.1-24

CRESCENDO NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO
“Os pecados cometidos estão refletidos nas punições, as quais foram aplicadas em partes. A serpente (14) foi amaldiçoada. Mais que é tradução incorreta, pois sugere que outros animais também foram amaldiçoados. O sentido correto é “à parte” ou “separado de entre”. [...]

O castigo envolveria inimizade (15), hostilidade entre pessoas. A semente da serpente, que Jesus relaciona aos ímpios (Mt 13.38.39; Jo 8.44), e a semente da mulher, têm ambas sentido fortemente pessoal. Deus disse à serpente: A Semente da mulher te ferirá a cabeça. Compare a referência de Paulo a isto em Romanos 16.20. A serpente só poderia ferir o calcanhar da Semente da mulher. De fato, ferir não é forte o bastante para traduzir o termo hebraico que pode significar moer, esmagar, destruir. Uma cabeça esmagada que leva à morte é contrastada com um calcanhar esmagado que pode ser curado. O versículo 15 é chamado “proto-evangelho”, pois contém uma promessa de esperança para o casal pecador. O mal não tem o destino de ser vitorioso para sempre; Deus tinha em mente um Vencedor para a raça humana. Há um forte caráter messiânico neste versículo.

Em 3.14,15, vemos “O Calcanhar Ferido”. 1) O Salvador prometido era a Semente da mulher — o Deus-Homem; 2) Esta Semente Santa feriria a cabeça da serpente — conquistar o pecado; 3) A serpente ferira o calcanhar do Salvador — na cruz, ele morreu (G.B. Williamson).

O castigo da mulher seria o oposto do “prazer” que ela procurou no versículo 6. Ela conheceria a dor (16) no parto, que é bem diferente do novo tipo de vida que ela tentou alcançar pela desobediência. Igualmente, a futura ligação do seu desejo ao seu marido era repreensão à sua decisão de buscar independência. Ela sempre seria dependente dele.

Deus pôs uma maldição diretamente na terra em vez de colocá-la no homem. Adão foi comissionado a trabalhar com a terra (2.15), mas já não seria por puro prazer. O homem se submeteu tão facilmente ao apelo da mulher que ele comeu o fruto proibido. Agora seu trabalho na terra seria misturado com dor (17). De todos os lados, ele seria confrontado por competidores: espinhos e cardos (18), que crescem profusamente sem cultivo e não produzem comida para o homem. Em Oséias 10.8, estas plantas aparecem como símbolos de julgamento e desolação no lugar da adoração. [...]

A morte física não seria imediata, mas seria inevitável, porquanto és pó e em pó te tornarás (19). O tipo imediato de morte que o homem sofreu foi espiritual: separação de Deus.”

(Comentário Bíblico Beacon, CPAD, p.41-42)

ATIVIDADES
Leve jornais e revistas para a sala de aula. Divida a turma em alguns grupos e distribua o material necessário para que os alunos possam produzir cartazes com figuras que representem as consequências do pecado para a humanidade. Quando terminarem, peça que cada grupo explique a razão de suas escolhas. Por fim, reafirme mais uma vez Romanos 5.12.

 

Primários Lição 03- O trabalho na casa de Deus

Primários
Lição 03- O trabalho na casa de Deus
texto Bíblico: 1 Crônicas  24-26
Objetivo: Explicar aos alunos que na Igreja há diversos tipos de trabalho para serem realizados.
Frase do dia:  Eu trabalho com alegria na Casa de Deus.
Memória em ação: “Sirvam ao Senhor com o coração cheio de fervor.” Romanos 12.11

Lição 03 - O trabalho na Casa de Deus

Texto Bíblico: 1 Crônicas 24—26

“(4) Definição das tarefas dos levitas (23.28-32). A tarefa dos levitas era ajudar na preparação dos sacrifícios: juntar madeira, acender o fogo, matar os animais, cuidar das purificações cerimoniais (28), preparar ofertas de manjares (29), realizar atos de adoração (30) e, cuidar do Tabernáculo (ou tenda da congregação, 32; cf. Nm 3.5-10; 18.1-7).

(5) Os turnos sacerdotais (24.1-19). Os descendentes dos dois filhos de Arão foram também divididos em 24 turnos para suas tarefas oficiais. A família de Eleazar tinha dezesseis chefes (homens) de famílias (4) e Itamar tinha oito para chefiar os turnos. Cada levita era sorteado para um dos 24 turnos e cada um servia uma semana de cada vez; começavam no entardecer de um sábado e terminavam na manhã do sábado seguinte.

(7) As família e os turnos de cantores (25.1-31). Os músicos também foram escolhidos por sortes e divididos em 24 turnos. Davi reconhecia, como Samuel, a importância da música na adoração. Profetizarem com harpas (1) era louvar a Deus com voz e instrumentos (1 Sm 10.5). O sorteio incluiu os mais velhos e os mais jovens, professores e alunos, talentosos, e nem tanto. Consequentemente, os quatro mil levitas indicados para o serviço de canto incluíam o que havia de melhor. Ao mesmo tempo, os jovens e não muito talentosos estudantes podiam tirar vantagem da sua oportunidade de melhorar e dar o melhor de si a Deus.

(9) Os vários funcionários (26.20-32). As duas principais divisões desta lista eram os tesouros do Templo (20-28) e os oficiais e juízes (29-32). O tesouro sagrado evidentemente era conhecido desde os tempos de Josué (Js 6.24). o versículo 27 reflete a política do uso religiosos de Davi dos despojos de guerra. As obras de fora, isto é, as tarefas civis de Israel, (29-32) eram realizadas pelos escrivãos locais, magistrados, com professores para proclamar, expor e fazer cumprir a lei de Deus e as ordens do rei. O grande números de homens incluídos aqui (cf. 30,32) reflete a extensão dos funcionários públicos no ápice do reinado de Davi.” (Comentário Bíblico Beacon, CPAD, p.437-438).


ATIVIDADES

Leve jornais e revistas para a sala de aula. Divida a turma em alguns grupos e distribua o material necessário para que os alunos possam produzir cartazes com as figuras de profissionais existentes em nossa sociedade. Quando terminarem, peça que cada grupo explique a razão de suas escolhas. Por fim, explique que também podemos servir a Deus através da nossa profissão.


Jardim de infância Lição 03:Preste atenção!

Jardim de infância
Lição 03:Preste atenção!
Texto Bíblico: Neemias 8.1-3;9.1-38.
Objetivo: Que a criança aprecie o ensino da Palavra, e se interesse por aprendê-la na Escola dominical.
Versículo visualizado: “...Deêm atenção ao ensinamento do nosso Deus...”    Isaías 1.10
Palavra do dia: APRENDER
Lembrancinha:

Lição 03 - Preste atenção!

Texto Bíblico: Neemias 8.1-3; 9.1-38

I - De professor para professor
Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam a apreciar o ensino da Palavra de Deus.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.
• A palavra-chave da aula de hoje é “APRENDER”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Na Escola Dominical aprendemos a Palavra de Deus.”

Para refletir
• “Quando Neemias chegou a Jerusalém encontrou mais do que apenas paredes desmoronadas; encontrou vidas destruídas. Em resposta a esta situação, Neemias reuniu o povo para ouvir Esdras fazer a leitura da Lei do Senhor. O povo se arrependeu e prometeu mudar de vida através da obediência à Palavra de Deus. Não importa onde vivamos, o desvio é um perigo sempre presente. Devemos sempre verificar o nosso comportamento, comparando-o com os padrões de Deus expressos na Bíblia, para que não nos desviemos, voltando a modos pecaminosos de viver”.
(Extraído da Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal,  CPAD)

• Professor, “para sucesso de sua aula, estude bem o texto bíblico e ore ao Senhor para que Ele lhe dê inspiração e sabedoria para relatar os acontecimentos”.
(Extraído da revista Jardim de Infância Mestre 7/8, CPAD)

Regras Práticas para os Professores

Os Vilões da Infância

“Durante muitos séculos a sociedade agiu de maneira indiferente com relação à infância. As crianças, de maneira muitas vezes sutil ou subliminar, são pressionadas a serem pequenos adultos. Imitam hábitos e costumes dos adultos e muitas vezes já nem sentem alegria pela infância, seu desejo é alcançar a maioridade.

1.As mídias, de modo geral. Em se tratando de poder, as  mídias são atualmente forte instrumentos de influência e manipulação na educação e construção desses novos seres “adultizados”. No Brasil, as músicas que as crianças cantam não são mais tão infantis. As maquiagens, roupas e calçados copiam o adulto como se os gostos fossem os mesmos. As danças sensuais e canções com palavras obscenas já azem parte do repertório preferido dos pequenos. Meninas usam roupas e objetos que estimulam a sexualidade precoce, assistem aos mesmos programas de televisão e falam a mesma linguagem dos adultos. Garotinhas usam salto e meninas de apenas cinco anos de idade já querem se vestir como adultos e já não aceitam usar roupas que possuam qualquer desenho infantil que os faça parecer crianças. Abraçar e pegar na mão do filho é considerado motivo de vergonha. Crianças trabalham e apresentam programas de televisão”.

TULER, Marcos. Os Perigos da Adultização Precoce. Ensinador Cristão, ano 11, n. 43,p. 44

Atividade
Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 12.

Caso sobre algum tempo para mais uma atividade, sugira que as crianças encenem a história bíblica.


MATERNAL - LIÇÃO 03: A Oração de um bom vizinho.

MATERNAL
 LIÇÃO 03: A Oração de um bom vizinho.
Texto Bíblico: Gênesis 26:23-33
Objetivo: Aprender que a oração nos ajuda a agir com bondade.
Versículo para Memorizar:” Sejam bons e atenciosos uns para com os outros” Efésios 4:32
Palavra chave: Bondade
Lembrancinhas:

Lição 03 - A oração de um bom vizinho
Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as...

Texto Bíblico: Gênesis 26.23-33

I - De professor para professor
Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que a oração nos ajuda a agir com bondade.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.
• A palavra-chave da aula de hoje é “BONDADE”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Papai do céu nos ajuda a sermos bondosos”.

II - Para refletir
• “Por três vezes Isaque e seus homens cavaram novos poços. Quando as duas primeiras disputas surgiram, Isaque partiu. Finalmente, houve espaço suficiente para todos. Ao invés de dar início a um grande conflito, Isaque comprometeu-se com a paz. Você está disposto a abandonar uma importante posição ou possessão valiosa para manter a paz? Peça a Deus sabedoria para saber quando se retirar e quando ficar e lutar” .
(Extraído de Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD)

• Professor, “se tivéssemos de usar uma única palavra para responder como é mentalmente a criança do maternal, diríamos: descobridora. A sua curiosidade e constante investigação das coisas, que a impulsionam a mexer em tudo, a querer tocar e ainda levar à boca, são totalmente justificáveis: estão descobrindo o surpreendente mundo criado pelo Pai Celeste” (Marta Doreto).

III - Regras Práticas para os Professores
“Durante muitos séculos a sociedade agiu de maneira indiferente com relação à infância. As crianças, de maneira muitas vezes sutil ou subliminar, são pressionadas a serem pequenos adultos. Imitam hábitos e costumes dos adultos e muitas vezes já nem sentem alegria pela infância, seu desejo é alcançar a maioridade.

1.As mídias, de modo geral. Em se tratando de poder, as  mídias são atualmente forte instrumentos de influência e manipulação na educação e construção desses novos seres “adultizados”. No Brasil, as músicas que as crianças cantam não são mais tão infantis. As maquiagens, roupas e calçados copiam o adulto como se os gostos fossem os mesmos. As danças sensuais e canções com palavras obscenas já azem parte do repertório preferido dos pequenos. Meninas usam roupas e objetos que estimulam a sexualidade precoce, assistem aos mesmos programas de televisão e falam a mesma linguagem dos adultos. Garotinhas usam salto e meninas de apenas cinco anos de idade já querem se vestir como adultos e já não aceitam usar roupas que possuam qualquer desenho infantil que os faça parecer crianças. Abraçar e pegar na mão do filho é considerado motivo de vergonha. Crianças trabalham e apresentam programas de televisão”

TULER, Marcos. Os Perigos da Adultização Precoce. Ensinador Cristão, ano 11, n. 43,p

IV - Atividade Manual
Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, páginas 11 e 12.


11/07/2014

Pré-Adolescentes Lição 02: Família – o melhor presente. Viva a vida!

Pré-Adolescentes
Lição 02: Família – o melhor presente. 
Texto bíblico:    Efésios 6.1-4
Objetivos da lição:
Entender que ele deve contribuir para um bom relacionamento familiar;
Valorizar o respeito na família como uma lei de Deus.

Versículo visualizado:
“Cuidando de sua própria família. Assim pagarão o que receberam dos seus pais e avós, pois Deus gosta disso.” 1 Timóteo 5.4b
Palavra do dia: Família

Lição 02 - Família: O Melhor Presente

Efésios 6.1-4

Além de garantir a preservação da humanidade, a família traz equilíbrio à sociedade como um todo. Isso porque a estrutura familiar, devidamente composta por pai, mãe e filhos independentemente da fé, tem, a bênção de Deus, já que essa foi prometida pelo Senhor, primeiro na criação (“Depois o Senhor disse: Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade.” “É por isso que o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa”. Gn 2.18,24); e depois através da promessa feita a Abraão “... e em ti serão benditas todas as famílias da terra”; Gn 12.3b. Assim, a sociedade que preza pelos valores (bons costumes) familiares, tem a garantia da bênção de Deus e mais qualidade de vida, pois observa um princípio imutável estabelecido pelo Criador. A própria vida social como um todo (trabalho, educação, lazer, convivência), é melhor em uma sociedade que possui famílias estruturadas, pois sua forma de governo sempre beneficiará as pessoas e não o indivíduo.
 
A bênção de Deus está sobre o matrimônio que é o casamento, ou seja, a união legítima de um homem com uma mulher. É bom deixar este assunto bem claro para que ninguém caia no simplismo de dizer que só é abençoada a família ou o casamento entre crentes. Pois sabe-se que têm milhares de pessoas não-crentes que vivem uma vida familiar feliz, pois isto é cumprimento da promessa de Deus sobre a família (texto extraído da Revista de Adolescentes 7, Vivendo em Família, CPAD).


Você Sabia?
No Antigo testamento temos os seguintes:

Gênesis: Plano para a família.
Êxodo: Como se comportar em Família.
Levítico: Castigo para quem trai a sua família.
Números: Contagem das famílias.
Deuteronômio: Importância do ensino da família.
Josué: A Família deve seguir a Deus.
Juízes: O pecado da desobediência na família.
Rute: O amor na Família.
Samuel/ Reis/ Crônicas: A influência da Família.
Esdras/ Neemias/ Ester: A unidade familiar.
Jó: Como o inimigo ataca a família.
Provébios/ Eclesiastes: Recados para a família.
Cânticos: O amor santo na família.
Livro Proféticos: Princípios para a família.

Os livros do Novo Testamento:

Os Evangelhos: Ensinos para a família.
João: um milagre em uma nova família.
Atos: Adoração em família.
Epístolas: Ensinos para a família.
Apocalipse: Mensagem para a família.


Juniores Lição 02 –Deus é o criador

Juniores
Lição 02 –Deus é o criador
Texto Bíblico: Gênesis 1.1-31; 2.1-25
Objetivos: Demonstrar que Deus é o criador da natureza e do homem.

Versículo-chave :
“Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela.”. João 1.3 

 

Texto Bíblico: Gênesis 1.1-31; 2.1-25



CRESCENDO NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO


“Em 1.26-30, encontramos “O Homem Feito à Imagem de Deus.” 1) Um ser espiritual apto para a imortalidade, 26ab; 2) Um ser moral que tem a semelhança de Deus, 27; 3) Um ser intelectual com a capacidade da razão e de governo, 26c, 28-30 (G.B.Williamson).
 
Uma das marcas da imagem de Deus foi Ele ter dado ao homem o status e o poder de governante. O direito de o homem dominar (28) ressalta o fato de que Deus o equipou para agir como governante. A aptidão para governar implica em capacidade intelectual adequada para desejar o mais alto bem-estar dos súditos, apreciar e honrar o que é bom, verdadeiro e bonito, repugnar e repudiar o que é cruel, falso e feio, ter profunda preocupação pelo bem-estar de toda a natureza e amar a Deus que o criou. A aptidão para governar implica em capacidade volitiva adequada para escolher fazer a toda hora o que é certo, obedecer ao mandamento de Deus indiscutivelmente e sem demora, entregar alegremente todos os poderes a Deus em adoração jovial e participar em uma comunhão saudável com a natureza e Deus. [...]
 
A significação especial do homem como a mais sublime criação de Deus é o ponto central desta história. Ela descreve a relação ideal entre Deus e o homem, a qual, por sua vez, é a base para a relação ideal entre o homem e a mulher no casamento. Como ponto contrastante, aqui é mostrada a natureza do pecado que leva estas relações ao caos.
 
A história tem uma seqüência clara. Há um cenário geral (2.4-14), uma ordem (2.15-17), a inserção do ato criativo (2.18-25), um ato de violação (3.1-8), um questionamento (3.9-13), um julgamento (3.14-21) e uma expulsão (3.22-24). Pelo fato de o capítulo 3 conter a narrativa da violação e do julgamento, sem tom de dúvida, medo e raiva é notavelmente diferente do encontrado no capítulo 2, que possui uma atmosfera de paz, harmonia e encanto. (Comentário Bíblico Beacon, 2005, 33-35).


SAIBA MAIS...

Práticas de Leitura / Escrita

1. Contra a imposição de livros, pelo gosto de ler!
Em nome de criar o hábito da leitura, as escolas têm gerado aversão pelos livros. No lugar do hábito de ler, então, propomos que se busque criar o gosto de ler. Por que a obrigatoriedade do livro único, com dia marcado para ler? Ler é um prazer e não se pode obrigar ao prazer.

2. Livro certo para a idade certa? Livros adequados às séries escolares? Dia certo para terminar a leitura? Livro único para toda a turma? Por quê?
Contra o afã de normatizar, escolarizar e didatizar a leitura, pensamos: livros são objetos de cultura e como tais merecem ser descobertos, conhecidos, apreciados (ou não), discutidos, lidos. Por que aprisioná-los em classes, grades curriculares, idades, fases? Por que homogeneizar quando a pluralidade é o que caracteriza o ser humano e os processos humanos?

3. exercícios de interpretação — ou práticas de leitura?
Textos literários, poesias, letras de música submetidos a exercícios repetitivos onde crianças, adolescentes e adultos — todos submetidos a alunos — mais do que praticar a leitura, que é sempre e necessariamente interpretação, buscam um suposto sentido único que teria o texto! E quem define que sentido único é o correto? Com freqüência nem o professor, também este submetido a manuais que ditam o ler, como entender, preencher lacunas, completar frases, numerar colunas, sublinhar, marcar, blábláblá e blá.

4. Textos escritos para serem lidos ou para serem corrigidos?
Os professores têm sido leitores dos textos de seus alunos? E os outros parceiros da turma: lêem os textos dos colegas? Ou os textos são objeto de uma sádica busca de erros de ortografia, concordância ou regência, ficando a tarefa do professor resumida a assinalar-apontar-marcar erros? Se se quer ensinar regras, que se proponha atividades específicas para essa finalidade! Por que invadir a produção textual tornando-a lugar de martírio? Não será a procura do eros da leitura e da escrita bem melhor que a caça aos erros?
(Sonia Kramer, 1995, p.156-157)
 

ATIVIDADES

Aproveite que a maior parte dos alunos encontra-se de férias da escola e faça um passeio num lugar onde haja bastante verde (árvores, plantas, animais, etc.). De acordo com a sua possibilidade, entregue a cada aluno ou grupo de alunos uma máquina fotográfica, a fim de que possam registrar aquilo que Deus criou. Se não for possível, peça às crianças que realizem esses registros por meio de desenhos.
 

Quando todos houverem terminado, reúna-os e dê-lhes oportunidade para compartilharem suas experiências e sensações. Por fim, monte um mural com as crianças, valorizando as produções realizadas por elas.

Primários Lição 02: - A igreja é o lugar onde Deus fala conosco

Primários
Lição 02: - A igreja é o lugar onde Deus fala conosco
Texto Bíblico: Êxodo 33.7-11
Objetivo: Assegurar ao aluno que na igreja Deus fala com seus filhos.
Frase do dia: Deus fala conosco na Igreja.
Memória em ação: “Escutem a voz do Senhor, a sua voz poderosa.” Salmos 68.33


Lição 02 - A Igreja é o lugar onde Deus fala conosco


Texto Bíblico: Êxodo 33.7-11

“Um sábio disse: ‘A oração é a corda na torre dos sinos; nós a puxamos, e ela toca o sino no céu’. E é assim mesmo. Preste atenção, mantenha o sino tocando. Puxe a corda. Vá aos cultos de oração. Continue puxando a corda.
Embora o sino esteja tão alto que você não pode ouvir seu som, tenha certeza de que pode ser ouvido na torre do céu, e está soando diante do trono de Deus, que lhe dará a resposta de paz segundo a sua fé. Que suas orações sejam confiantes e em abundância, assim como as respostas!”(Extraído do livro, O Melhor de Charles Spurgeon, CPAD).

“Caderno de oração”
Você vai precisar de um caderno com pauta, cola branca, gravura de uma criança orando e lápis de escrever.
Cole a gravura na capa do caderno e escreva a frase: “Caderno de Oração”. Peça às crianças, para elas escreverem o nome dos seus familiares. Comente que aquele caderno será o caderno de oração da classe, que todos os domingos eles irão orar, por suas famílias e a de seus amigos. Finalize orando com elas pelas famílias.
Obs. Eles também podem escrever outros pedido de oração no caderno.

Jardim de infância LIÇÃO 02- A Palavra de Deus não pode ser destruída!

Jardim de infância
LIÇÃO 02- A Palavra de Deus não pode ser destruída!

Texto Bíblico    Jeremias 36.1-32
Objetivo : Que ao compreender o significado de “durar para sempre”, em relação a Palavra de Deus, as crianças confiem nas suas promessas.
Aprendendo a Bíblia: “... A palavra do nosso Deus dura para sempre.” Isaias 40.8
Palavra do dia...:”DURAR

Atividade Sugerida pagina 9 revista do mestre:


Lição 02 - A Palavra de Deus não pode ser destruída!

Texto Bíblico Jeremias 36.1-32



De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que a Palavra de Deus dura para sempre e que podemos confiar nas suas promessas.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• A palavra-chave da aula de hoje é “DURAR”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “A Palavra de Deus nunca acaba, e tudo que ela diz acontece, mesmo se passar muito tempo.”

Para refletir

• “Professor, a Bíblia não é apenas inerrante; é também infalível. Tudo que o Senhor prometeu, em sua Palavra, cumpre-se absolutamente. Entretanto, há teólogos que alegam defender a infabilidade da Bíblia, mas lhe rejeitam a inerrância. Ora, como podemos considerar algo infalível se é errante? Sua errância, por acaso, não virá contraditar-lhe inevitavelmente, a infalibilidade?
 
Quanto a nós, reafirmamos: tanto a inerrância quanto a infabilidade da Bíblia são incontestáveis (Dt 18.22; 1 Sm 3.19; Mc 13.31; At 1.3)”.

Extraído de Lições Bíblicas, Claudionor de Andrade,  CPAD

• Professor, “as crianças do Jardim são curiosas. Elas fazem incontáveis perguntas para obter informações. Procure responder todas as perguntas com honestidade. Procure as razões por detrás das perguntas. Encoraje-as a pensarem por si mesmas” 

Extraído e adaptado do livro Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD

Regras Práticas para os Professores 

Métodos e Materiais
 
No mínimo sete categorias ou métodos podem ser empregados com crianças de todas as idades. 


4. Música. O salmo 150 diz: “Louvai-o com o som de trombeta (150.3,4). As crianças podem adorar e louvar ao Senhor com suas vozes e com instrumentos musicais simples. A música pode ser usada durante os momentos de adoração, de forma que as crianças sejam encorajadas a responder a Deus pela Palavra e Seus atos poderosos.

5. Jogos bíblicos. As crianças adoram jogar e aprender. Jogos bíblicos ajudam as crianças a aprender o assunto e a se lembrar de verdades específicas. Alguns jogos bíblicos podem ser usados para revisar e reforçar  a lição bíblica.
 
Métodos e materiais criativos são ferramentas valiosas para auxiliar a criança a conhecer, entender e aplicar a Palavra de Deus. É crucial que os professores sejam treinados no uso eficaz dos diversos métodos e materiais disponíveis.

Extraído do livro Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD

• Atividade 

Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 9.

Caso sobre algum tempo para mais uma atividade, sugira que as crianças encenem a história bíblica. 


MATERNAL Lição 02 - A oração que parou o sol e lua

MATERNAL

Lição 02 -  A oração que parou o sol e lua
Texto Bíblico : Josué 10.1-5
Objetivo: Que a criança aprenda que nada é difícil demais para Deus. Ele pode fazer qualquer coisa para responder nossas orações 
Para guardar no coração:”...Quando as pessoas... chamam o Senhor, ele as ouve,,,” Salmos 34.17
Palavra-chave : “ATENDER”



Lição 02 - A oração que parou o sol e lua

Texto Bíblico Josué 10.1-5


De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que Deus ouve e responde as nossas orações. 

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• A palavra-chave da aula de hoje é “ATENDER”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Papai do céu atende as nossas orações”.

Para refletir

• “Como o sistema solar parou? É claro que em relação à terra o sol está sempre imóvel — é a terra que gira em torno do sol. Mas a terminologia usada em Josué não deveria causar-nos dúvidas quanto ao milagre. Afinal, não ficamos confusos quando alguém diz que  o sol nasceu ou se põe. A questão é que o dia foi prolongado, não que Deus tenha usado um método particular para prolongá-lo. Duas explicações têm sido dadas sobre como isto aconteceu: (1) a diminuição na velocidade da rotação normal da terra deu a Josué mais tempo, como o idioma original hebraico parece indicar; e (2) alguma refração incomum dos raios solares forneceu horas adicionais de luz. Não importa o método escolhido por Deus; a Bíblia é clara ao afirmar que o dia foi prolongado por um milagre, e que a intervenção de Deus direcionou a batalha em favor do céu povo”

Extraído de: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD

• Professor, “o vocabulário de seus alunos é restrito, por isso, evite palavras difíceis que não fazem parte do cotidiano de seus alunos. Procure não utilizar o diminutivo o tempo todo” (Luciana Gaby). 

Regras Práticas para os Professores 

No mínimo sete categorias ou métodos podem ser empregados com crianças de todas as idades. 

(Continuação...)

4. Música. O salmo 150 diz: “Louvai-o com o som de trombeta (150.3,4). As crianças podem adorar e louvar ao Senhor com suas vozes e com instrumentos musicais simples. A música pode ser usada durante os momentos de adoração, de forma que as crianças sejam encorajadas a responder a Deus pela Palavra e Seus atos poderosos.

5. Jogos bíblicos. As crianças adoram jogar e aprender. Jogos bíblicos ajudam as crianças a aprender o assunto e a se lembrar de verdades específicas. Alguns jogos bíblicos podem ser usados para revisar e reforçar  a lição bíblica. 
Métodos e materiais criativos são ferramentas valiosas para auxiliar a criança a conhecer, entender e aplicar a Palavra de Deus. É crucial que os professores sejam treinados no uso eficaz dos diversos métodos e materiais disponíveis.

Extraído do livro: Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD
• Atividade Manual


Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 8.


03/07/2014

Pré Adolescente - Lição 01 - Viva a vida!

Pré Adolescente – ano 2
3 TRIMESTRE
Revista 7: Descobrindo meus direitos e deveres
Sumário:
Lição 01 - 
Viva a vida!
Lição 02 - 
Família o melhor presente
Lição 03 - 
O cuidado de Deus por mim!
Lição 04 - 
Melhor do que o Ouro
Lição 05 - 
Vivendo em segurança
Lição 06 - 
Cuidando do tempo
Lição 07 - 
Minha Pátria para Cristo
Lição 08 - 
Ouça e Aprenda
Lição 09 - 
Verdadeiros Sempre!
Lição 10 - 
Olhando para frente
Lição 11 - 
Meu Deus e eu
Lição 12 - 
Um projeto de Deus para mim
Lição 13 - 
Boa Medida!

Lição 01: Viva a vida!
Texto bíblico:    Êxodo 1.15-17 e Mateus 2.13
Objetivos da lição:
Conscientizar do valor da vida;
Entender a razão de obedecer as leis e as suas obrigações como cidadão.
Versículo visualizado:
“...Tu és a fonte da vida, e por causa da luz, nós vemos a luz.” Salmos 36.9

A palavra do dia: Direitos e Deveres




alguns direitos e deveres para apresentar em sua sala de aula.


Subsídios CPAD Fonte: http://www.cpad.com.br/escoladominical/

Lição 01 - Viva a vida!

Texto Bíblico: Êxodo 1.15-14-17; Mateus 2.13



Professor conheça mais essa fase chamada adolescência.
 
“A busca pela identidade própria começa nos primeiros anos da adolescência Com todas as mudanças ocorrendo em seu corpo, na capacidade de pensar e nas emoções, um adolescente tem todo direito de perguntar: “Quem sou eu?”
 
Ele pode sentir-se totalmente inútil, especialmente em comparação aos outros.  As mudanças físicas o fazem sentir-se feio. Essa postura crítica pode atingir seu interior e provocar depressão, através de pensamentos como “não consigo fazer nada direito”. Esse sentimento de inferioridade leva à crença de que nenhuma pessoa se importa com ele ou que ninguém sentiria saudades caso morresse.
 
Durante esse processo de desenvolvimento de identidade, é importante para professores e pais ajudarem os adolescentes a enfrentarem sentimentos de inferioridade, encorajando-os a serem bons em alguma atividade (Como Ensinar Adolescentes, pp.34,35.CPAD).


Juniores - Lição 01 - A Bíblia é a Palavra de Deus

Juniores – Ano 2
Revista 7 e 8 - 2º Semestre de 2014


Revista 7 – 3º trimestre
Tema 07: Em que Acreditamos
Sumário:
Lição 01 - A Bíblia é a Palavra de Deus
Lição 02 - 
Deus é o Criador
Lição 03 - 
Eu sou pecador
Lição 04 - 
A salvação é pela graça
Lição 05 - 
O Espírito Santo é o Consolador
Lição 06 - 
Anjos x demônios
Lição 07 - 
A igreja sou eu e mais....
Lição 08 - 
Tenho uma missão
Lição 09 - 
Compromisso com Deus
Lição 10 - 
Festa na Casa de Deus
Lição 11 - 
Milagres e Curas
Lição 12 - 
Jesus vai voltar
Lição 13 - 
Céu e inferno


Lição 1 - A Bíblia é a Palavra de Deus

Texto Bíblico: Salmos 119
Objetivos: Demonstrar que a Bíblia é a carta que Deus deixou para os homens o conhecerem e serem salvos.

Versículo-chave :

“Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.”.2 Timóteo 3:16 




Lição 01 - A Bíblia é a Palavra de Deus

Texto Bíblico: Salmos 119



Professor, é de fundamental importância que tenhamos no coração, as reivindicações da Bíblia Sagrada: sua inspiração, inerrância, infalibilidade, soberania e completude.
 
Apresente o quadro que está no documento anexo e aproveite para falar da importância de termos uma vida diária de leitura da Palavra de Deus.

Quanto mais lermos a Bíblia, mais sábios nos tornaremos. Ela orienta-nos em todos os nossos caminhos; consola-nos quando nenhum consolo humano é possível; mostra-nos a estrada do Calvário e leva-nos ao lar celestial. A Bíblia é o único livro contemporâneo de todas as épocas;jamais envelhece nem caduca (Texto adaptado do livro As Disciplinas da Vida Cristã, CPAD).

Boa ideia!
Professor, reproduza o marcador de páginas que está no documento anexo. Entregue para os seus alunos. Preze pela compreensão do versículo do dia, 2 Timóteo 3.16.


Primários - Lição 01- A igreja é a casa de Deus

Primários   – Ano 2
Revista 7  e 8 - 2º Semestre de   2014


Revista 7 – 3º trimestre
Tema 07: A igreja é a casa de Deus
Sumário:
Lição 01- A igreja é a casa de Deus
Lição 02- A igreja é o lugar onde Deus fala conosco
Lição 03- O trabalho na casa de Deus
Lição 04- O louvor na casa de Deus
Lição 05- A Bíblia na casa de Deus
Lição 06- Gratidão na casa de Deus
Liçao 07- Oração na casa de Deus
Lição 08- Perdão na casa de Deus
Lição 09- A casa de Deus é lugar de curas
Lição 10- Oferta na casa de Deus
Lição 11- Ajudando os irmão na igreja
Lição 12- A igreja deve pregar o evangelho
Lição 13- Meu coração é a casa de Deus

Primários
Lição 1 – A igreja é a casa de Deus
Texto Bíblico: Êxodo 40.17-35; 1 Reis 8.1-14
Objetivo: Explicar que a igreja é o local onde Deus se faz presente.
Frase do dia: Eu amo a casa de Deus
Memória em ação: “Como eu amo o teu Templo, ó Deus Todo-Poderoso” Salmos 84.1





Jardim de Infância - Lição 01 - O Livro de Deus

Jardim de Infância   – Ano 2
Revista 7  e 8 - 2º Semestre de   2014

Revista 7 – 3º trimestre
Tema 7: Bíblia, o livro maravilhoso!
Sumário:
Lição 01- O livro de Deus
Lição 02- A Palavra de Deus não pode ser destruída!
Lição 03- Preste atenção!
Lição 04- Obedeça a Palavra de Deus!
Lição 05- A Bíblia nos ensina adorar a Deus
Lição 06- Uma família que amava a Palavra de Deus
Lição 07- A Palavra de Deus é uma arma poderosa!
Lição 08- Jesus ensina a Palavra de Deus
Lição 09- Palavra de Deus, semente preciosa!
Lição 10- Um professor amigo de Jesus
Lição 11- Um professor particular
Lição 12- Cartas que viraram livros
Lição 13- Construir na rocha

Jardim de infância
LIÇÃO  1- O livro de Deus
Texto Bíblico    Êxodo 19.1-20.20 
Objetivo : compreender que a Bíblia é a palavra de Deus escria.
Aprendendo a Bíblia: “Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje...” Deuteronômio 6.6

Palavra do dia...·. Mandamento



Lição 01 - O Livro de Deus

Texto Bíblico Êxodo 19.1—20.20




De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que a Bíblia é a Palavra de Deus.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• A palavra-chave da aula de hoje é “MANDAMENTO”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Devemos obedecer aos mandamentos de Deus.”

Para refletir

• “Professor, você já leu toda a Bíblia? Quanto tempo o prezado mestre reserva para a leitura das Sagradas Escrituras? Você sabia que em setenta e duas horas uma pessoa consegue ler toda a Bíblia? Se você reservar trinta minutos diários para a leitura da Palavra de Deus, em um ano terá dedicado cerca de 180hs de leitura devocional! Você poderá ler a Escritura duas vezes em doze meses se dispuser de apenas meia hora por dia! Basta ser disciplinado” 

Extraído de Lições Bíblicas, Claudionor de Andrade,  CPAD

• Professor, “as crianças do Jardim possuem um vocabulário pequeno, mas em rápido crescimento. Procure utilizar palavras que faça parte do vocabulário de seu aluno” (Extraído e adaptado do livro Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD).

Regras Práticas para os Professores 

Métodos e Materiais
No mínimo sete categorias ou métodos podem ser empregados com crianças de todas as idades. 

1. Artes manuais. Estas atividades fornecem um modo emocionante e agradável para as crianças aprenderem a Palavra de Deus. Com este tipo de tarefa, os processos de pensamento pelos que a criança passa são mais importantes do que o produto final. Elogio e incentivos específicos são necessários ao longo destas atividades. 

2. Teatro. Uma a imaginação, sentimentos e ações da criança para produzir uma experiência de aprendizagem coroada de pleno êxito. As atividades teatrais podem pôr a criança na pele de Daniel quando este estava diante da escritura na parede. Pode até levar as crianças à travessia do mar Vermelho. Tais representações excitantes tornam a Bíblia viva!

3. Comunicação oral. A maioria das crianças gosta de falar e dividir ideias e experiências. Isto ajuda as crianças a desenvolver suas habilidades de memorizar a Bíblia, ouvir, resolver problemas e compartilhar necessidades e pedidos. 

(Continua na próxima semana).

(Extraído do livro Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD).
• Atividade 

Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 5.

Caso sobre algum tempo para mais uma atividade, sugira que as crianças encenem a história bíblica. 


Maternal - Lição 01 - Deus atende ao pedido de Raquel

Maternal – Ano 2
Revista 7  e 8 - 2º Semestre de   2014



Revista 7 – 3º trimestre
Tema: Podemos falar com Deus
Sumário:
Lição 01- Deus atende ao pedido de Raquel
Lição 02- A oração que parou o sol e a lua
Lição 03- A oração de um bom visinho
Lição 04- A oração que fechou a boca dos leões
Lição 05- A oração que tirou o amargo
Lição 06- A oração que fez água jorrar da pedra
Lição 07- Orar para ter certeza!
Lição 08- A rainha que orou a Deus
Lição 09- Orando por um amigo
Lição 10- A oração de dois homens
Lição 11- Orando pelos doentes
Lição 12- A oração que fez os olhos se abrirem
Lição 13- A oração que abriu as portas da prisão

MATERNAL

Lição 01 -  Deus atende ao pedido de Raquel 
Texto Bíblico : Gênesis 30.1-24
Objetivo: Que a criança aprenda que  Deus ouve e responde as nossas orações.
Para guardar no coração:”...Ele me escuta... e atende as minhas orações.”Salmos 6.9
Palavra-chave : ESPERAR




Lição 01 - Deus atende ao pedido de Raquel
Texto Bíblico Gênesis 30.1-24

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que Deus ouve e responde as nossas orações. 

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• A palavra-chave da aula de hoje é “ESPERAR”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Podemos esperar em Deus, pois Ele responde as nossas orações”.

Para refletir

• “A infertilidade de Rebeca não era uma preocupação sem importância para Isaque e muito menos para ela, sobre quem tal condição impunha uma carga especialmente pesada. Naqueles dias, muita gente considerava a esterilidade uma indicação do desagrado divino. No mínimo, sua infertilidade a privava da maior ambição de toda mulher hebréia — dar à luz um filho. E, para Isaque, significava ser privado de um herdeiro.
Um interessante entendimento paralelo acha-se na frase ‘orou instantemente ao Senhor por sua mulher’. O sentido literal dessas palavras é “diretamente na frente dela”. Fica implícito que Isaque se aliou a Rebeca, na súplica por um problema que lhe era comum. Isso introduz um princípio de grande significado na oração: a concordância de mais de uma pessoa (eram só dois), em oração, aumenta grandemente a eficácia desta. Pois, ‘também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus’ (Mt 18.19)” (Extraído de O Espírito nos Ajuda a Orar, Robert L. Brand, CPAD).

• Professor, “por volta dos três anos ocorre a chamada ‘crise de personalidade’, onde a criança adota um ponto de vista exclusivo e unilateral: o seu. Passa a ter uma personalidade particular e constante, com uma perspectiva própria, situando os outros em relação a si mesma ”.

Extraído de Amor e Disciplina Para Criar Filhos Felizes, Elaine Cruz, CPAD

Regras Práticas para os Professores 

No mínimo sete categorias ou métodos podem ser empregados com crianças de todas as idades. 

1. Artes manuais. Estas atividades fornecem um modo emocionante e agradável para as crianças aprenderem a Palavra de Deus. Com este tipo de tarefa, os processos de pensamento pelos que a criança passa são mais importantes do que o produto final. Elogio e incentivos específicos são necessários ao longo destas atividades. 

2. Teatro. Uma a imaginação, sentimentos e ações da criança para produzir uma experiência de aprendizagem coroada de pleno êxito. As atividades teatrais pode pôr a criança na pele de Daniel quando este estava diante da escritura na parede. Pode até levar as crianças à travessia do mar Vermelho. Tais representações excitantes tornam a Bíblia viva!

3. Comunicação oral. A maioria das crianças gosta de falar e dividir ideias e experiências. Isto ajuda as crianças a desenvolver suas habilidades de memorizar a Bíblia, ouvir, resolver problemas e compartilhar necessidades e pedidos. 

(Continua na próxima semana).

(Extraído do livro Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD).
• Atividade Manual

Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 5.


Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...