28 de nov de 2014

Pré Adolescente Lição 09 - A Igreja Perseguida

Pré Adolescente
Lição 09 - A Igreja Perseguida

Texto Bíblico: Mateus 5:11-12
Objetivos:
Reconhecer que a expansão da igreja aconteceu devido a perseguição.
Identificar que a perseguição continua em nosso dias.
Versículo visualizado: “ ...O empregado não é mais importante do que o seu patrão. Se as pessoas que são do mundo me perseguiram, também perseguirão vocês...” João 15:20

Palavra do dia:”PERSEGUIÇÂO”



Texto Bíblico: Mateus 5.11-12; Atos 8.1,3; Atos 9.1,2

Paulo era muito zeloso. Ele era um homem apaixonado pela obra de Deus, que mergulhava em tudo o que fazia. Antes de encontrar a Cristo no caminho para Damasco, Paulo (então conhecido  como (Saulo) perseguiu zelosamente os cristãos. Depois de sua conversão, vislumbramos em Filipenses 3 o desejo ardente de Paulo para conhecer a Cristo mais intimamente. Por todo o livro de Atos, vemos o compromisso intenso de Paulo para levar o Evangelho ao mundo. Nas cartas de Paulo testemunhamos o esforço dele para ver os crentes crescendo em “toda a plenitude de Deus”.

O que capacitou Paulo a manter tal fervor espiritual? Ele havia sido capturado pelo amor de Cristo.  Jesus era real para ele. Cristo salvou-o e deu-lhe uma missão. A vida de Paulo estava consumida pelo amor de Jesus.

Nós também fomos capturados pelo amor de Cristo. Por este motivo devemos nos esforçar para levarmos o Evangelho a toda criatura.


Boa ideia

Realize, juntamente com os alunos, uma pequena “Feira ou Festa Missionária”. Se a sua classe tiver um bom número de alunos divida-a em três grupos e escolham três países para cada grupo pesquisar sobre a cultura e religião. Deverá haver nesta feira comidas típicas (aproximar-se o máximo possível), informações dos países (cartazes, vídeos) e um panorama da religião predominante no país. Enfoque o tema principal a perseguição. Aproveite e leve os alunos a uma conscientização de orarmos mais pelos povos que não podem professar a sua fé em Cristo Jesus.



Lição 09 - A Igreja Perseguida

Texto Bíblico: Mateus 5.11-12; Atos 8.1,3; Atos 9.1,2

Paulo era muito zeloso. Ele era um homem apaixonado pela obra de Deus, que mergulhava em tudo o que fazia. Antes de encontrar a Cristo no caminho para Damasco, Paulo (então conhecido como Saulo) perseguiu zelosamente os cristãos. Depois de sua conversão, vislumbramos em Filipenses 3 o desejo ardente de Paulo para conhecer a Cristo mais intimamente. Por todo o livro de Atos, vemos o compromisso intenso de Paulo para levar o Evangelho ao mundo.  Nas cartas de Paulo testemunhamos o esforço dele para ver os crentes crescendo em “toda a plenitude de Deus”.

O que capacitou Paulo a manter tal fervor espiritual? Ele havia sido capturado pelo amor de Cristo. Jesus era real para ele. Cristo salvou-o e deu-lhe uma missão. A vida de Paulo estava consumida pelo amor de Jesus.

Nós também fomos capturados pelo amor de Cristo. Por este motivo devemos nos esforçar para levarmos o Evangelho a toda criatura.


Boa ideia

Realize, juntamente com os alunos, uma pequena “Feira ou Festa Missionária”. Se a sua classe tiver um bom número de alunos divida-a em três grupos e escolham três países para cada grupo pesquisar sobre a cultura e religião. Deverá haver nesta feira comidas típicas (aproximar-se o máximo possível), informações dos países (cartazes, vídeos) e um panorama da religião predominante no país. Enfoque o tema principl, a perseguição. Aproveite e leve os alunos a uma conscientização de orarmos mais pelos povos que não podem professar a sua fé em Cristo Jesus. 


Juniores Lição 09- Arrumando as malas

Juniores

Lição 09- Arrumando as malas
Texto Bíblico: Atos 13 e 14
Objetivos: 
Explicar que Deus separa as pessoas para um ministério.
Ressaltar a importância do trabalho missionário.
Título da Lição: Arrumando as malas
Versículo para Memorizar: “ O Senhor me deu o seu Espírito. Ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres e me enviou para anunciar a liberdade aos presos, dar vista aos cegos, libertar os que estão oprimidos e anunciar que chegou o tempo em que o Senhor Salvará o seu povo.” Lucas 4:18-19


Primários Lição 09- Sirvo a um Deus que me dá força

Primários
Lição 09- Sirvo a um Deus que me dá força
Texto Bíblico: Neemias  2.1-20; 6.15,16
Objetivo:  Demonstrar através da história de Neemias que Deus nos manda realizar tarefas difíceis em seu Reino, mas também nos concede a graça e a força necessárias para realizá-las.
Título da Lição:  Sirvo a um Deus que me dá força

Frase do dia: Deus me concede força para servi-lhe.
Memória em ação: “ A alegria que Deus dá fará com que vocês fiquem fortes.” Neemias 8.10

Lição 09 - Sirvo a um Deus que me dá força

Professor talvez você ou seus alunos estejam passando por situações difíceis. Não desanimem! Orem!


Texto Bíblico: Neemias 2.1-20;6.15,16

Desde o começo, os esforços de Neemias para reconstruir os muros de Jerusalém encontraram oposição. Seus inimigos eram Sambalate, o horonita; Tobias, o amonita e Gesém, o árabe. Esses homens tentaram tudo para atrasar ou parar a obra. Eles debocharam de Neemias  e  seus construtores, acusaram de Neemias e seus construtores,acusaram os judeus de traição e até ameaçaram com violência física.

Neemias recebeu cada ataque verbal com paciência e oração. Então quando ouviu rumores de um iminente ataque militar, Neemias não apenas orou, mas preparou-se para a ação – colocando guardas e armando seus trabalhadores. Frequentemente os trabalhadores terminavam suas tarefas com uma mão, enquanto com outra seguravam a arma.

A reação de Neemias é um grande exemplo para nós. A oração deve ser a primeira coisa a fazer quando enfrentarmos problemas; todavia, não é aúnica ação requerida por nós. Deus espera que façamos o que pudermos.

Professor talvez você ou seus alunos estejam passando por situações difíceis. Não desanimem! Orem! A vida cristã é um empreendimento em dupla. Deus trabalha em nós; todavia, ao mesmo tempo, Ele espera que desenvolvamos um vida de confiança nEle (Texto adaptado do livro 365Lições de Vida Extraídas de Personagens da Bíblia).

Jardim de infância Lição 09- Aprendendo a ser amigo

Jardim de infância
Lição 09- Aprendendo a ser amigo
 Texto bíblico: 1 Samuel 18:1-5;
Objetivo: Que a criança aprenda a valorizar os amigos como presentes de Deus.
Versículo visualizado: “...Um verdadeiro amigo é mais chegado que um irmão.” Provérbios 18.24
Palavra do dia: “AMIGOS”


Maternal Lição 09: Louve a Deus Por seu Poder!

Maternal
Lição 09: Louve a Deus Por seu Poder!

Texto Bíblico:  LUCAS 7:11-17

Objetivo: Que a criança sinta o desejo de louvar a Deus por seu poder.

Versículo para memorizar: “ Senhor nós te louvaremos por causa do seu poder...” Salmos 21:13
Palavra Chave: “PODER”

Lição 09 - Louve a Deus por seu poder!

Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de compreenderem o significado da palavra “PODER”.

Texto Bíblico: Lucas 7.11-17

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de compreenderem o significado da palavra “PODER”. O objetivo é que as crianças louvem a Deus por seu poder.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “PODER”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Vamos louvar a Deus por seu poder.”

Para refletir

• A história que as crianças vão aprender nesta semana ilustra a salvação. O filho da viúva representa o mundo inteiro no pecado. Estando mortos, nada poderíamos fazer para ajudar a nós mesmos, não poderíamos sequer pedir ajuda. Mas Deus teve compaixão de nós e enviou Jesus para nos vivificar e ressuscitar com Ele. Aquele rapaz morto não poderia dar a si mesmo uma segunda chance de vida; do mesmo modo, não podemos ganhar a nova vida em Cristo por meio de nossos supostos méritos, mas podemos aceitar o dom da vida que Deus nos oferece. Podemos louvá-Lo por isto e usar nossa existência para fazer a preciosa vontade dEle. Pense nisso!

•    Regras Práticas para os Professores

Métodos e Materiais

Que métodos e materiais devemos usar?

As crianças aprendem ativamente, pensam concretamente, gostam de ficar envolvidas e fazem descobertas. Porque as crianças são assim, oministério de ensino bíblico tem de proporcionar experiências de primeira mão — usando todos os cinco sentidos. Quanto mais envolvimento e interação a criança tiver com a Palavra de Deus e o professor, mais eficaz será a lição.
Usamos métodos de ensino como veículo. A atividade, unida com a conversa dirigida enfocando a Palavra de Deus, contribui para o entendimento da criança e a aplicação que ela faz do que aprendeu. Vários princípios aplicam-se quando se trata de escolher e usar métodos e materiais para crianças:

1.    Todos os métodos, materiais, equipamentos, conversas e orientações devem estar de acordo com a faixa etária da criança.
2.    Ofereça escolhas tão freqüentemente quanto possível. Quando permitimos que a criança escolha uma atividade ela se sentirá motivada a começar a treinar essa atividade. Enfoque em um único tema todas as atividades oferecidas durante a sessão de ensino.
3.    A variedade é a chave para usar métodos e materiais. O pior método que um professor pode usar neste domingo é o mesmo método usado no domingo passado. Varie as atividades de aprendizagem. Utilize métodos diferentes ao contar a história bíblica. Mantenha vivo o elemento surpresa.

Continua na próxima semana.

(Trecho extraído de Manual de Ensino Para o Educador Cristão. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.)

• Atividade Manual
Para reforçar o ensino da lição, sugerimos que você dramatize com as crianças a história bíblica. Você poderá, durante a atividade, repetir o versículo bíblico.
Para encerrar, faça um círculo com as crianças e cante os corinhos sugeridos no CD de cânticos.


Pré Adolescente Lição 08 - As Ordenanças da Igreja

Pré Adolescente
Lição 08 - As Ordenanças da Igreja
Texto Bíblico: Atos 2.37-39 e 1 Corintios 11.23-26
Objetivos:
- Identificar o simbolismo do Batismo e os elementos da Santa Ceia
- Reconhecer a sua necessidade de se batizar para fazer parte do Corpo de Cristo.
Versículo visualizado: “ E ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês.”  Mateus 28.20a
Palavra do dia “ORDENANÇA”


Lição 08 - As ordenanças da Igreja

Texto Bíblico: Atos 2.37-39; 1 Coríntios 11.23-26

“No Antigo Testamento, muitos eram os rituais estabelecidos por Deus e observados por seus servos fiéis. Sabemos, no entanto, que todos aqueles ritos tinham a função de apontar para o que Cristo haveria de fazer pela humanidade: oferecer-se a si mesmo em sacrifício por nós. Ao morrer em nosso lugar, e ressuscitar ao terceiro dia, o Senhor Jesus aboliu todos aqueles rituais. Uma vez que o sacrifício perfeito – Cristo – fora oferecido, aqueles perderam a razão de ser. Entretanto, dois cerimoniais foram ordenados por Jesus à igreja, como símbolos daquilo que Ele efetuou por nós e de nosso relacionamento com Ele: o batismo em águas e a Santa Ceia.

O batismo nas águas é o cerimonial do ingresso no Corpo de Cristo, e simboliza o início da caminhada espiritual.
Pouco antes de subir ao céu, o Senhor entregou aos discípulos a Grande Comissão: evangelizar os povos, batizando-os, em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo (Mt 28.19).

O batismo é como se fosse uma representação, através do qual a pessoa confessa publicamente que creu em Jesus e foi salva por Ele. O ato da pessoa sendo mergulhada na água significa que a sua velha natureza pecaminosa morreu juntamente com Cristo, e foi sepultada com Ele. Ao ser levantada da água, representa que uma nova pessoa ressuscitou juntamente com Cristo, para viver uma vida (Rm 6.3-6).

A Santa Ceia representa o banquete que Jesus oferecerá no céu. Ele convida-nos a sentar à sua mesa, e nós nos sentamos com a certeza de que somos filhos de Deus, com direito a todas as coisas boas que Jesus conquistou para nós, através da sua morte.  

Os elementos da santa ceia: O Pão e o vinho. Esses elementos no seu sentido natural, são alimentos que nutrem o corpo. Mas na celebração da Santa Ceia, adquirem um significado espiritual: representam o alimento da nossa alma. Ao tomar a Santa Ceia, estamos indicando que o nosso espírito é alimentado por Jesus, o Pão Vivo que desceu do céu (Jo 6.51). significa que Ele vive em nós, e nós, Nele. Alimentados por Cristo, temos as nossas forças renovadas e achamo-nos preparados para as lutas da vida cristã. Participando juntos da Ceia do Senhor, indicamos que estamos unidos em comunhão; que somos um só corpo (1 Co 10.17).

Bibliografia DORETO, Marli. Manual de Integração do Novo Convertido, Rio de Janeiro:CPAD, pp168, 169,179).


Juniores Lição 08- Diga "não" ao preconceito!

Juniores
Lição 08- Diga "não" ao preconceito!
Texto Bíblico: Atos 10:1-48
Objetivo:  Mostrar  que Deus não trata as pessoas com discriminação. 
Título da Lição: Diga “Não” ao preconceito!
Versículo para memorizar: “...Agora eu sei que, de fato, Deus trata a todos de modo igual, pois ele aceita todos os que o temem e fazem o que é direito, seja qual for sua raça.” Atos 10:34,35
  

Lição 08 - Diga não ao preconceito


Texto Bíblico: Atos 10.1-48

A maioria dos romanos eram, odiados pois eram os conquistadores, eles não tinham uma boa relação com os conquistados (judeus). Como um oficial romano, Cornélio estava em uma posição difícil. Ele representava Roma, mas vivia em Cesareia. Tendo uma reputação de piedoso, Cornélio era respeitado pelos judeus. A fé de Cornélio tinha mãos – ele estava regularmente envolvido em atividades que exibiam seu interesse em servir aos outros.
Deus via a fé sincera de Cornélio. As suas orações e esmolas generosas tinham subido para a memória diante de Deus, não tinham passado despercebidas. Deus responde às orações sinceras daqueles que o procuram enviando a pessoa certa ou a informação correta no momento exato.
Obedecendo a ordem de Deus, Cornélio manda buscar o apóstolo Pedro. E este também obedecendo à voz de Deus, vai ao encontro de Cornélio. Para Pedro que era judeu não era uma tarefa fácil falar para um gentio sobre o evangelho. Pedro se livrou de todo preconceito e anunciou o evangelho a Cornélio e a todos que estavam em sua casa. Os “novos crentes” receberam o batismo no Espírito Santo e falaram em línguas. Isso era a prova de que Deus não faz acepção de pessoas. Depois deste evento, Pedro mandou que fossem batizados com água (Texto adaptado no Comentário do Novo Testamento Aplicação Pessoal, CPAD).

Professor, explique aos alunos que o Senhor Jesus é o Salvador da humanidade e não apenas de alguns povos, pois ninguém é melhor do que o outro para ser salvo.

Boa ideia!

Você vai precisar de uma caixa de bombom

Procedimento: Previamente abra a caixa e retire alguns bombons.
No término da aula, diga aos alunos que trouxe um prêmio  para eles, pelo esforço de estarem  ali todos os domingos pela manhã. Dê a caixa nas  mãos  deles e deixe que cada um pegue  o que quiser. Evidentemente que vão faltar bombons,  e quem ficar sem , com certeza, irá reclamar.
Pergunte o porquê  das reclamações. Óbvio que dirão que não foi justo,  que o bombom deveria  ser para todos, quem não quisesse tudo bem.
Comente que é assim que os Calvinistas pensam. Que a  Salvação é somente para alguns eleitos.  Se vocês ficaram chateados com um simples bombom,  imagine com a  Salvação?
Deus é justo e jamais procederia dessa forma escolhendo a quem quer salvar. Pegue os bombons que você retirou antes e entregue aos alunos. Vocês podem escolher se querem ou não o bombom,  é o livre arbítrio . Da mesma forma é Cristo. Você escolhe servi-Lo ou não. Cornélio era romano e Deus deu a ele o direito de escolher se queria ou não fazer parte do Corpo de Cristo.

el com&� D ; �� ు �Sirvo a Deus com alegria”.
6- Junto com as crianças entoem cânticos alegres e utilize o chocalho.

Obs. Você pode utilizar também potinhos ou garrafinhas de iogurte, com grãos dentro e fechar a boca do pote com um pedaço de plástico

Primários Lição 08- Sirvo a Deus com alegria

Primários
Lição 08- Sirvo a Deus com alegria
Texto Bíblico: 1 Samuel 16.14-23
Objetivo: Demonstrar a  alegria daquele que serve a Deus.

Título da Lição:  Sirvo a Deus com Alegria

Frase do dia: Eu sirvo a Deus porque Ele merece ser louvado 
Memória em ação: “ O Senhor Deus é grande e  merece todo o nosso Louvor.” Salmos 10.17

Lição 08 - Sirvo a Deus com alegria

Texto Bíblico: 1 Samuel 16.14-23

“Convidamos você a ler o cântico de Moisés em Êxodo 15.1-19. Este belo hino, espontâneo e fervente, veio de um coração transbordante, que reconhecia o poder e a força de Jeová, o nosso Deus. Ele não somente é um hino de exaltação ao Todo-Poderoso, mas é também um cântico didático. Através das décadas e dos séculos, o povo de Isarael haveria de repeti-lo, lembrando assim todo episódio da perseguição do exército de Faraó, e de como ele foi derrotado pelo poder de Deus.

Note como Moisés descreve com minúcias até mesmo a intenção do inimigo, que pretendia aniquilar os israelitas e despojá-los de seus bens (v.9). E prossegue relatando como Deus fez soprar o seu vento, levando as águas a encobrir os cavaleiros e os seus carros de guerra. Repetidas vezes ele exalta a majestade do Senhor, o seu poderio na batalha, e a sua fidelidade ao seu povo.

A vitória de Deus sobre o poder de Faraó seria celebrada cada vez que um israelita cantarolasse esta canção; cada vez que uma criancinha hebreia a ouvisse de sua mãe, e a repetisse com voz doce e palavras mal articuladas. Pense nisto ao escolher os cânticos para as suas aulas. “Lembre-se que eles devem servir para as crianças expressar louvor ao Pai Celeste.” (Marta Doreto)

Adorando a Deus através dos louvores.
O salmo 150 diz: “Louvai-o com o som de trombeta;[...] com saltério e a harpa; [...] com adufe e a flauta”, (Sl 150.3,4). As crianças podem adorar e louvar a Deus com suas vozes e com instrumentos musicais simples. A música pode ser usada durante os momentos de adoração, de forma que as crianças sejam encorajadas responder a Deus pela Palavra e Seus atos poderosos. Extraído Manual de Ensino para o Educador, CPAD.

Sugestão

Você vai precisar de palitos de churrasco, copos descartáveis, fitas adesivas coloridas, grãos de arroz ou feijão, cola, cola colorida e tiras de papel com a frase “Sirvo a Deus com alegria”.

1 - Peças às crianças que enfeitem os copinhos de café com pintinhas feitas de cola colorida.
2-  Após a secarem deposite alguns grãos dentro dos copinhos.
3-  Una os copinhos com fita adesiva colorida.
4- Fure as bases dos copinhos (meio) transpassando o palito. Por segurança cole fita adesiva na ponta fina do palito.
5-  No palito de churrasco cole a tira de papel com a frase “Sirvo a Deus com alegria”.
6- Junto com as crianças entoem cânticos alegres e utilize o chocalho.

Obs. Você pode utilizar também potinhos ou garrafinhas de iogurte, com grãos dentro e fechar a boca do pote com um pedaço de plástico

Jardim de infância Lição 08- Aprendendo a repartir

Jardim de infância
Lição 08- Aprendendo a repartir

Texto Bíblico:Atos 4:32-37.

Objetivo:Que a criança tenha maior facilidade em emprestar, compartilhar, dar e repartir objetos pessoais, brinquedos e alimentos com outras crianças ou adultos.

Versículo visualizado: “Dêem aos outros e Deus dará a vocês...” Lucas 6:38
Palavra do dia: “REPARTIR”

Lição 08 - Aprendendo a repartir

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que Deus não se agrada do egoísmo

Texto Bíblico: Atos 4.32-37

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que Deus não se agrada do egoísmo.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “REPARTIR”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Papai do céu deseja que você aprenda a repartir.”


Para refletir

• Professor, “procure durante a semana, estudar as formas de despertar o interesse da turma para a história que será estudada. Isso pode ser feito através de perguntas, de um cartaz, ou de dinâmicas de grupo inseridas no corpo da lição” (Extraído da Revista Primários/Mestre 5, CPAD).
Regras Práticas para os Professores
Os Estágios do Desenvolvimento Arte

É de extrema importância para os professores conhecer os estágios pelo qual a criança passa, durante o desenvolvimento de sua habilidade artística. É essencial ter este conhecimento, se quisermos guiá-las, fazendo o melhor uso das atividades artísticas no ensino da Bíblia. De nada adiante dizer: “Faça um desenho sobre a história hoje”, se a criança, no seu desenvolvimento, não estiver no estágio da representação, da figura. Temos a seguir uma descrição dos principais estágios.

Estágio da Manipulação. Este estágio se inicia nos primeiros contatos com quaisquer materiais artísticos. A criança experimenta a arte através da manipulação de gizes de cera, pintura, argila ou outros materiais. No início, esta manipulação é ao acaso. Faz rabiscos com o giz de cera apenas para testá-lo. Mais tarde, seus riscos são mais controlados e passam a ter um propósito. Desenha com um certo ritmo e tenta fazer diferentes riscos – contínuo, mais forte, circular e assim por diante.

Neste estágio, a criança sente-se feliz ao trabalhar. Desde que já tenha se acostumado à classe do jardim de infância, normalmente é muito social. Ri e conversa com os outros. Manipula a argila e risca as folhas dos colegas, sem ressentimentos quando fazem o mesmo com seus trabalhos.

Na primeira vez que usa um pincel, tende a utilizá-lo como se fosse um lápis, desenhando linhas, em vez de colorir áreas. Com o tempo, suas experimentações o levam a produzir áreas coloridas, por vezes contornadas por uma outra cor. Algumas crianças descobrem rapidamente os efeitos que se pode obter com os pincéis, como pontilhar e salpicar. Começam a repetir e praticar as diversas formas que já conseguiram desenhar.

Durante os primeiros estágios, seus trabalhos não têm um tema ou título, mas um dia, percebe um rosto no círculo que desenhou. Adiciona dois olhos e diz: “É um homem” ou “Sou eu”. As maiorias das formas desenhadas se parecem com quadrados, então, pode dizer: “É uma janela”. Às vezes, o título do trabalho se baseia mais no movimento do que na forma. A criança arrasta o giz de cera, fazendo um desenho em espiral diz: “Zoom, zoom”. É um avião girando no ar. Ou, encosta o pincel no papel ligeiramente, várias vezes, e diz que é um menino andando. Se não estivéssemos presente, poderíamos ficar curiosos para saber a relação entre o desenho e seu título.

Com materiais tridimensionais, o progresso é o mesmo. Por exemplo, com a argila, inicialmente, a criança apenas a esmaga entre seus dedos. Mais tarde, adquire maior controle dos seus movimentos, formando bolas e rolinhos. Com os blocos, a princípio, os empilha sem nenhuma ordem, para derrubá-los em seguida. Depois, aprende a colocar os blocos maiores na base, e faz outros tipos de arrumação ordenadamente.

Qualquer que seja o material, o estágio inicial será sempre o da manipulação, que se subdivide em três fases:

1.       Manipulação ao acaso.
2.       Manipulação controlada.
3.       Manipulação planejada ou nomeada. 

(Extraído do livro Como Ensinar Crianças do Jardim, CPAD.)

• Atividade

Realize as atividades sugeridas na revista do Mestre, página 80.


Conteúdo adicional para as aulas do Jardim de Infância
Subsídios para as lições do 4º Trimestre de 2010 – Valorizando os bons princípios


Maternal Lição 08: Louve a Deus por nosso Salvador!

Maternal
Lição 08: Louve a Deus por nosso Salvador!

Texto Bíblico:  Lucas 1.26-55; 2:1-20

Objetivo: Que a criança louve a Deus pelo Salvador Jesus.

Versículo Visualizado: “Louvemos ao Senhor, pois ele enviou para nós um Salvador”.
Palavra do dia: “SALVADOR”
Lembrancinhas:

Lição 08 - Louve a Deus por nosso salvador!

Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de compreenderem o significado da palavra “SALVADOR”


Texto Bíblico: Lucas 1.26-55;2.1-20

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de compreenderem o significado da palavra “SALVADOR”. O objetivo é que as crianças louvem a Deus pelo Salvador Jesus.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “SALVADOR”. Então, durante o decorrer da aula, repita a frase: “Vamos louvar a Jesus, nosso Salvador.”

Para refletir

• Através do texto bíblico da lição, aprendemos a louvar e agradecer a Jesus pelo que Ele fez, está fazendo e fará. Que jamais deixemos de nos sentir surpreendidos e extasiados ao pensar na maravilhosa graça de Deus, não importa quantos anos tenhamos sido por ela alcançados.

• O professor que realmente leva a sério a responsabilidade de ensinar os preceitos bíblicos iniciará o seu planejamento de aula no começo da semana. Então:
Ore por seus alunos, pedindo ao Espírito Santo que esta aula, em que estaremos falando sobre o Salvador, seja especial para cada um. Que a presença de Deus seja algo mais do que notório.

•    Regras Práticas para os Professores

Como podemos ser eficientes em ensinar as crianças de um modo que agrade a Deus?

Vamos apresentar, a cada semana, um plano que pode auxiliá-lo a realizar esta tarefa. Vamos chamar este plano de “Ciclo Educacional Para Ensinar Crianças”. O ciclo educacional fornece orientações pelas quais um ministério de ensino eficaz pode ser planejado e programado.

Nossa programação para crianças tem de proporcionar variedade e equilíbrio. Apresentamos sugestões para um ministério com crianças para um ano inteiro:

6. O acampamento em que haja pernoite pode dar às crianças a experiência de uma semana inteira de construção de relacionamentos e a vivência num cenário comunitário — vendo os princípios cristãos postos em prática todos os dias por líderes e colegas. Fogueiras de acampamento, caças ao tesouro, histórias bíblicas contadas na mata, natação no lago e canoagem são alguns dos eventos excitantes que podem acontecer durante a semana em que a criança faz acampamento.
7. A Escola Bíblica de Férias pode ser eficiente ferramenta de evangelismo. Ela oferece talvez tanto tempo de ensino em uma semana quanto oferece a Escola Dominical em um trimestre inteiro.
8. As sessões de aconselhamento em grupo devem ser planejadas como parte regular do ministério com crianças. Conselheiros leigos podem falar e ouvir as crianças. Dar orientação cristã e direção é crucial.
9. O Dia da Criança concentra todas as atividades da igreja no ministério com crianças. Slides mostrados no culto, atividades de aprendizagem bíblica exibidas na nave do templo e testemunhos dados por professores e pais empolgados com seus ministérios podem ajudar a congregação a entender a visão do ministério com crianças.
10. Os programas musicais dão às crianças a oportunidade de usarem seus talentos ao nosso Senhor. Os corais de crianças, os grupos musicais, os teatros de fantoches podem ter um ministério na hora do culto dos adultos e das crianças.

A programação para crianças precisa ser elaborada segundo as características e necessidades delas. Líderes e professores devem estar envolvidos no planejamento, implementação e avaliação dos programas. O ministério educacional atinge as metas estabelecidas para cada programa?

Continua na próxima semana.

Trecho extraído de
Manual de Ensino Para o Educador Cristão. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.

• Atividade Manual
Para reforçar o ensino da lição, sugerimos a confecção de um “livro” com caixas. Através desta atividade você poderá fazer uma recapitulação das lições anteriores.  Você vai precisar dos seguintes materiais: caixas médias (eletrodoméstico), papel colorido, figuras das lições (pasta de visuais) e cola.
Forre as caixas com o papel colorido. Em cada lado da caixa cole um visual.
As crianças vão jogar a caixa, e a figura que ficar em evidência, virada para cima, deve indicar uma história do trimestre. Por exemplo: Se a figura que ficou para cima for a visão de Isaías do trono de Deus, você deve contar de modo bem resumido a história de Isaías e dizer que os anjos também louvam a Deus. 

13 de nov de 2014

Pré Adolescente Lição 07 - O Pecado na Igreja

Pré Adolescente
Lição 07 - O Pecado na Igreja

Texto Bíblico: Atos 5:1-4.
Objetivos:
  • Identificar e afastar-se da mentira;
  • Relacionar as formas de afastar-se da impureza.
Versículo para memorizar: “ O Senhor Deus desteta os mentirosos, porém ama os que dizem  a verdade.”  Provérbios 12.22
Palavra do dia: “SANTIFICAÇÃO
Lembrancinhas:



Lição 07 - O pecado na igreja



Texto Bíblico: Atos 5.1-4; Romanos 6.12,13

“O delito de Ananias não foi reter parte do preço do terreno; poderia ter ficado com tudo se quisesse; seu delito foi tentar impor-se 
sobre os apóstolos com uma mentira espantosa unida à cobiça, com o desejo de ser visto. Se pensarmos que podemos enganar a Deus, fatalmente enganaremos a nossa própria alma. Como é triste ver as relações que deveriam estimular-se mutuamente às boas obras, endurecerem-se mutuamente no que é mau! Este castigo, na realidade foi uma misericórdia para muitas pessoas. Ele faria as pessoas examinarem a si mesmas rigorosamente, com oração e terror da hipocrisia, cobiça e vanglória, e a continuarem agindo assim. Impediria o aumento dos falsos crentes. Aprendamos com isto quão odiosa a falsidade é para o Deus da verdade, e não somente evitar a mentira direta, mas todas as vantagens obtidas com o uso de expressões duvidosas e de significado duplo em nosso falar” (HENRY, Matthew. Comentário Bíblico. 1.ed. RJ, CPAD, 2002, p.891).

Boa Ideia:
Material: Duas laranjas apodrecidas e duas laranjas boas e um espremedor de frutas

Procedimento: Peça um aluno para cortar e espremer uma  
laranja (dê a laranja boa) e 
Convide outro aluno para cortar e espremer outra laranja (dê outra laranja boa). 
Peça que outro aluno venha espremer as laranjas que faltam(as podres). O aluno chamará a sua atenção para a fruta apodrecida. Neste instante pergunte o que aconteceria se ele utilizasse aquela laranja? Como seria o sabor do suco? O que ele faria com aquelas laranjas?
Provavelmente o aluno dirá que jogaria fora as laranjas, e que o suco ficaria com um gosto terrível. Comente com eles que o pecado é idêntico a fruta apodrecida, estraga as demais e se misturadas 
altera o sabor. Essas laranjas apodrecidas são os pecados que está no meio de nós e atrapalha a igreja de vencer as batalhas. O pecado prejudica a obra de Deus. É necessário retirar o pecado do meio da igreja. Devemos estar vigilantes. “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação...” Mateus 26.41a (Texto adaptado da Revista Ensinador Cristão nº37)



Juniores Lição 07- Surge um novo herói

Juniores
Lição 07- Surge um novo herói

Texto Bíblico:Atos 9.1-18
Objetivos: 
Comprovar que só Jesus pode dar salvação ao homem.
Mostrar que somos salvos pela graça de Deus.
Título da Lição: Surge um novo herói

Exercitando a memória: “..Eu afirmo ao Senhor  que isto é verdade: ninguém pode ver o Reino de Deus se não nascer de novo”  João 3.3

Lembrancinhas:


Lição 07 - Surge um novo herói

Texto Bíblico: Atos 6.1-18

Paulo era muito zeloso. Ele era um homem apaixonado pela obra de Deus, que mergulhava em tudo o que fazia. Antes de encontrar a Cristo no caminho para Damasco, Paulo (então conhecido como Saulo) perseguiu zelosamente os cristãos. Depois de sua conversão, vislumbramos em Filipenses 3 o desejo ardente de Paulo para conhecer a Cristo mais intimamente. Por todo o livro de Atos, vemos o compromisso intenso de Paulo para levar o Evangelho ao mundo.  Nas cartas de Paulo testemunhamos o esforço dele para ver os crentes crescendo em “toda a plenitude de Deus”.

O que capacitou Paulo a manter tal fervor espiritual? Ele havia sido capturado pelo amor de Cristo. Jesus era real para ele. Cristo salvou-o e deu-lhe uma missão. A vida de Paulo estava consumida pelo amor de Jesus.

Nós também fomos capturados pelo amor de Cristo. Por este motivo devemos nos esforçar para levarmos o Evangelho a toda criatura (Texto adaptado do livro 365 Lições de Vida Extraídas de Personagens da Bíblia, CPAD).


Primários Liçao 07- Sirvo a um Deus que cura

Primários
Liçao 07- Sirvo a um Deus que cura
Texto Bíblico: 2 Reis 5:1-14
Objetivo: que serviço a um Deus que pode curar todas as doenças.
Título da Lição:Sirvo a um Deus que Cura
Frase do Dia: Eu sirvo a Deus porque Ele me cura

Memória em ação:” O Senhor, cura-me, e ficarei curado.” Jeremias 17.14
Lembrancinhas:

Lição 07 - Sirvo a um Deus que cura

Aproveite esse momento para motivar a fé de seus alunos...


Texto Bíblico: 2 Reis 5.1-14

Milagre é a intervenção divina que causa admiração e espanto.

Caro professor, o “mundo” sempre ridicularizou as intervenções divinas, tenta a todo instante racionalizar o sobrenatural. Mas nós servos de Deus, temos a obrigação de crer que Ele operou e opera sinais e maravilhas no meio de seu povo. Aproveite esse momento para motivar a fé de seus alunos e conte um testemunho particular ou de outra pessoa.


Uma boa ideia

Material: Copo grande de vidro, água, iodo e cloro.

Comente que precisamos crer que Deus opera milagres nos dias atuais.  Pergunte se eles creem que Deus cura? Assevere que precisamos crer no poder de dEle.

Coloque a água dentro do copo e aos poucos goteje algumas gotinhas de iodo. Pergunte a eles, se há possibilidade de essa água ficar clara novamente. Comente que, aos nossos olhos não há essa possibilidade. Entretanto, estamos enganados! (Nesse momento, derrame um pouco decloro na água e em seguida questione-os). Ficaram surpresos com esta limpeza?

Deus age da mesma forma, quando acreditamos que está tudo perdido, que não há mais solução. O milagre acontece, não importa o tamanho da dificuldade, para o Senhor não existe impossível.     

“Porque para Deus nada é impossível” (Lc 1.37).

Jardim de infância Lição 07- Aprendendo a cuidar bem do meu corpo

Jardim de infância
Lição 07- Aprendendo a cuidar bem do meu corpo
Texto bíblico: Salmos 139.13- 16
Objetivo: Ao final da aula a  criança saberá que Deus criou o nosso corpo, e com ele devemos servir a Deus e ao nosso próximo
Versículo visualizado: “Tu criaste cada parte do meu corpo...”  Salmos 139.13a
Palavra do dia: “CUIDAR”




Lição 07 – Aprendendo a cuidar bem do meu corpo!

A palavra-chave da aula de hoje é “CUIDAR”.



Texto Bíblico: Salmos 139.13-16

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que  a criança aprenda que Deus criou o nosso corpo, e com ele podemos servir a Deus e ao nosso próximo.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.


• A palavra-chave da aula de hoje é “CUIDAR”. Então, durante o decorrer da aula, repita a frase: “Papai do céu criou cada parte do nosso corpo, por isso Ele cuida de nós”.


Para refletir

• Neste domingo seus alunos vão aprender sobre os cuidados que devemos ter com o nosso corpo.
A infância é a época áurea da formação dos bons hábitos.  A vida é uma série de hábitos, bons ou maus. Os que moldarão a vida serão formados na primeira infância. Toda construção começa pelo alicerce, e a primeira infância é o alicerce da vida.


•    Regras Práticas para os Professores

Características da Criança do Jardim de Infância

Vamos apresentar, a cada semana, algumas características da criança do Jardim. Porém é bom ressaltar que tais características não podem ser vistas como uma descrição de qualquer criança. São, na verdade generalizações — coisas que normalmente encontramos em grupos de crianças, mas não necessariamente em todas as crianças do grupo.

Características Sócio-Emocionais

Na vida emocional, o medo assume um papel de destaque. Suas aprendizagens aumentam sua percepção para os perigos, deixando-a mais suscetível ao medo. Com orientação adequada, aprenderá a identificar e enfrentar seus temores, sem sentir-se culpada. Será capaz de analisá-los e conversar sobre o que a assusta. Com o apoio dos adultos, a despeito dos seus medos, enfrentará as situações com bravura.
Os meninos tendem a brigar mais do que as meninas. Porém, no jardim as crianças estão aprendendo a resolver suas “batalhas” através da palavra e normalmente não se envolvem em agressões físicas. Os conflitos verbais contribuem para o seu crescimento. Os professores podem incentivar este processo de crescimento, ensinando novas palavras e ajudando-as a adquirir habilidades verbais.

(Continua na próxima semana.)

(Fonte: Como Ensinar Crianças do Jardim de Infância. Rio de Janeiro, CPAD)


           • Sugestões de Atividade

Para reforçar o ensino da lição sugerimos a seguinte atividade. Providencie uma caixa ou um pequeno baú com um espelho dentro. Diga para as crianças que dentro do baú elas vão encontrar uma pessoa muito especial. Mostre, individualmente, o baú para as crianças. E faça com que elas compreendam que são muito especiais para Deus.  


Maternal Lição 07: Os anjos louvam a Deus!

 Maternal
Lição 07: Os anjos louvam a Deus!
Texto Bíblico: Isaías 6:1-13
Objetivo: Que a criança louve a Deus por sua santidade.

Versículo Para memorizar:”...Santo, santo, santo é o Senhor Todo-Poderoso...” Isaias 6.3

Palavra do dia:”SANTIDADE”
Lembrancinhas: 


Lição 07 - Os anjos louvam a Deus!

A palavra-chave da aula de hoje é “SANTIDADE”


Texto Bíblico: Isaías 6.1-13

De 
professor para professor

Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de compreenderem o significado da palavra “SANTIDADE”. O objetivo é que as crianças louvem a Deus por sua santidade. 

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 


• A palavra-chave da aula de hoje é “SANTIDADE”. Então, durante o decorrer da aula, repita a frase: “Vamos louvar ao Papai do céu por sua santidade.”


Para refletir

• Através do 
texto bíblico da lição, aprendemos que apesar do temor, Isaías não tentou ocultar de Deus a sua iniqüidade. Ao contrário, confessou-a totalmente, e por isso alcançou perdão e foi purificado. Você deseja ser usado por Deus? Não tenha medo de confessar-lhe as suas fraquezas e imperfeições.

•    Regras Práticas para os Professores 

Como podemos ser eficientes em 
ensinar as crianças de um modo que agrade a Deus?

Vamos apresentar, a cada semana, um plano que pode auxiliá-lo a realizar esta tarefa. Vamos chamar este plano de “Ciclo Educacional Para Ensinar Crianças”. O ciclo educacional fornece orientações pelas quais um 
ministério de ensino eficaz pode ser planejado e programado.

Nossa programação para crianças tem de proporcionar variedade e equilíbrio. Apresentamos sugestões para um ministério com crianças para um ano inteiro:
 
1.    A Escola Dominical  tem evangelismo para os não-crentes e discipulados para o ensino da Palavra de Deus.
2.    A hora do culto proporciona oportunidade para as crianças de várias faixas etárias cultuarem ao Senhor e inclui muitas das mesmas atividades apresentadas na Escola Dominical. Para as crianças até 11 anos, a segunda hora deve ser coordenada com a primeira para dar a continuidade e repetição necessárias à aprendizagem eficiente.
3.    Os programas de meio de semana fornecem momentos informais de formação de relacionamentos com colegas e líderes, evangelismo, recreação, memorização da Bíblia e projetos de serviço. Pode incluir 
acampamentos de verão e viagens especiais.
4.    Os retiros de 
fim de semana são ocasiões para se focalizar um tópico ou tema.
5.    O acampamento só durante o dia pode fornecer um programa de encontro empolgante sem o 
alto custo de um acampamento que haja pernoite. Informal por natureza,  este tipo de acampamento dá oportunidades para desenvolver novos relacionamentos e novas habilidades. Quando ensinada em ambientes naturais, a Bíblia pode se tornar viva, repleta de emoção e significado.

(Continua na próxima semana.)

(Trecho extraído do Manual de Ensino Para o Educador Cristão. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.)

• Atividade Manual
Para reforçar o ensino da lição, sugerimos a seguinte atividade: Mostre mais uma vez os visuais da lição. Faça as seguintes perguntas: “O que os anjos da história estavam fazendo?” Diga que eles estavam louvando a Deus. Explique que os anjos são muito especiais. Eles são ajudantes de Deus e estão sempre louvando ao Papai do céu. Nós também podemos louvar a Deus com a nossa voz. Convide as crianças para louvarem ao Papai do céu.



Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...