7 de jan de 2014

MATERNAL - Lição 2. A Palavra de Deus dura para sempre

MATERNAL
Lição 2. A Palavra de Deus dura para sempre
Texto Bíblico Jeremias 36.1-32.
Objetivo
Que ao compreender o significado de "durar  para sempre",  em relação ã Palavra de Deus,  as crianças confiem nas suas promessas.
Para guardar no coração
" ... A palavra do nosso Deus dura para sempre." Isaías 40.8
Palavra-chave "DURAR"








 Subsídios CPAD Fonte: http://www.cpad.com.br/escoladominical/


Lição 02 - A Palavra de Deus dura para sempre

Texto Bíblico: Jeremias 36.1-32



De professor para professor

• Prezado professor, neste domingo as crianças terão a oportunidade singular de aprenderem que podemos confiar na Palavra de Deus.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.  

• A palavra-chave da aula é “Durar”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “A Palavra de Deus dura para sempre.”

Para refletir

A Bíblia é o único livro contemporâneo de todas as épocas; jamais envelhece nem caduca. Foi a conclusão que chegou o príncipe dos pregadores:

“Muitos livros em minha biblioteca estão agora desatualizados. Foram bons enquanto eram novos, à semelhança das roupas que usei quando tinha dez anos de idade; mas eu cresci e deixei para trás. Ninguém jamais deixará para trás as Escrituras por ter crescido; esse livro se amplia e é mais conhecido à medida que passam os nossos anos”.

Somos constrangidos a concordar com Chales H. Spurgeon; a Bíblia, temo-la continuamente à cabeceira; quanto mais a lemos, mais a amamos. Somente ela pode dar-nos a necessária sabedoria num mundo confuso e que marcha, loucamente, para a destruição.

Texto extraído do livro: As Disciplinas da Vida Cristã: Como alcançar a verdadeira espiritualidade, 2008

Regras Práticas para os Professores  

O valor de um homem ou de uma mulher de Deus não é mensurado apenas pela formação acadêmica ou capacidade intelectual, mas, principalmente, por sua espiritualidade e aplicação dos princípios de Deus em sua própria vida. Nós vivemos dias de profundas transformações e as necessidades humanas tornam-se ainda mais prementes diante dos falsos ensinos, do materialismo, do consumismo desenfreado, da exploração pelos poderosos, da falsa segurança representada por uma vida de pura aparência e, sobretudo, por uma religiosidade formal.

A igreja hoje é desafiada a perseverar diante da falta de compromisso com a fé e do esfriamento do amor, sinais do fim dos tempos. Faz-se necessário um empenho ainda maior, uma dedicação ainda mais sacrificial dos “obreiros dos bastidores”. É preciso ser destemido a fim de cumprir a chamada para o magistério perante tamanhos desafios.

Texto extraído do livro: Abordagens e Práticas da Pedagogia Cristã, CPAD 

Nenhum comentário:

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...