26 de mai de 2014

Juniores LIÇÃO 9 – JOÃO, UM HERÓI MUITO ESQUISITO

Juniores
LIÇÃO 9 – JOÃO, UM HERÓI MUITO ESQUISITO
Texto Bíblico: Mateus 3.1-11
 Objetivo:Enfatizar que o crente deve ser diferente e fazer a diferença. Incentivar a busca do batismo com o Espírito Santo.
Exercitando a Memória
“Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês..”  Romanos 12.2
 Aplicação da Lição
Deus tem um propósito para cada um de nós, assim como teve com João Batista. Assim como João mostrou Jesus às pessoas, Deus quer que façamos assim também. Podemos usar nossa vida, nossos lábios, nossa maneira de vestir-se e comportar-se para que demonstremos que Jesus vive em nosso coração. Vamos fazer isso? Com certeza Deus muito se alegrará, pois nos mostraremos pessoas diferentes
 Paulo ao escrever aos romanos os aconselhou à não se moldar aos padrões do mundo. Os cristão que soa prudentes não agem com comportamento mundano, não fala palavrões ou é irresponsável com as atitudes com as pessoas e com o meio ambiente, como a maioria das pessoas são. 
Deixe Deus transformar você em uma nova pessoa, através de Jesus Cristo. Peça a Deus o batismo com o espírito Santo, ele nos ajuda a ser fortalecidos de maneira a evitar a maioria dos costumes mundanos que presenciamos em nosso cotidiano. Somente o espírito santo nos reeduca e redireciona nossa mente de maneira a se renovar segundo os preceitos da Palavra de Deus





Lição 09 - João, um herói muito esquisito

Texto Bíblico: Mateus 3.1-11

DICAS PARA A PRODUÇÃO DE CENÁRIOS
Aproveitando que, na semana passada, oferecemos dicas para a confecção de fantoches, hoje daremos uma preciosa dica para a produção de cenários.
O cenário é de grande importância para a apresentação. Tenha o cuidado de providenciar um cenário adequado e que ilustre bem a história. E lembre-se: cenário pequeno com boneco muito grande ficará desconfortável. São necessários bonecos e cenários grandes para ambientes onde a criança estará distante da apresentação, como trabalhos realizados ao ar livre, em pátios de escolas ou igrejas muito grandes. Isto evita que as crianças se dispersem, ou que tenham de sair dos seus lugares para ouvir e ver melhor. Veja a maneira mais confortável para que o apresentador não se canse ao manipular o fantoche; tendo dificuldade de manter os braços por muito tempo no alto, o apresentador deve apoiar os braços.
Escolha a melhor maneira de fazer a entrada dos fantoches, lembrando que deve ser de maneira que chame a atenção: poderão entrar alegres, cantarolando, chorando, admirados com o lugar, ou comentando sobre o tempo. Os personagens podem também estar juntos desenvolvendo algum diálogo atrás da cortina antes e aparecerem, ou cada um de um lado do cenário, encontrando-se no meio e cumprimentando o público. Pode-se gritar o nome do personagem para que ele apareça e/ou pedir a ajuda das crianças para chamá-lo; dependerá também do texto que será utilizado — seja criativo.

(Adaptado do livro: Fantoches, Alegria da garotada, vol 2. CPAD. p.13-14)


Nenhum comentário:

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...