13 de mai de 2014

Jardim de Infância Lição 7: Na igreja eu falo com Deus

Jardim de Infância 
Lição 7: Na igreja eu falo com Deus
Texto bíblico:2 Reis 18:13-19 e 37.
Objetivo da Lição:Ensinar que Deus fica contente quando ela vem a casa DEle para conversar.
Versículo visualizado: “...A minha casa será chamada de “Casa de Oração”...” Mateus 21.13
Palavra do dia: ORAR






Lição 07 - Na igreja eu falo com Deus

Texto Bíblico: 2 Reis 18.13-19.37

I - De professor para professor
Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que podemos falar com Deus na igreja.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.
• A palavra-chave da aula de hoje é “ORAR”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Deus fica contente quando oramos em sua Casa.”

II - Para refletir
• “Senaqueribe, cujas tropas haviam conquistado as cidades fortificadas por Judá, enviou uma mensagem a Ezequias, para que este se entregasse, dizendo que seria inútil resistir. Percebendo que não havia esperança com seu poderio militar, Ezequias  foi ao templo e orou. Ele sabia que Deus é especialista em resolver situações humanamente impossíveis. Deus respondeu à sua oração e livrou Judá, enviando um exército para atacar a capital assíria, forçando Senaqueribe a partir imediatamente. A oração deve ser a nossa primeira reação diante de qualquer crise. Nossos problemas são oportunidades para Deus agir em nossa vida”.
(Extraído da: Bíblia do Estudante Aplicação Pessoal, CPAD)

• Professor, “as crianças do jardim são extremamente sociáveis e cada vez mais comunicativas. Promova a expressão dos próprios sentimentos e ideias delas, e oportunidades sociáveis” (Manual de Ensino para o Educador Cristão).

III - Regras Práticas para os Professores
Professor, a programação eficaz para a criança do jardim deve incluir as seguintes diretrizes:

• Envolvimento ativo. As crianças aprendem melhor fazendo — usando todos os cinco sentidos. Aprender requerer o envolvimento ativo na lição. As crianças envolvidas em fazer suas próprias descobertas experimentam maior retenção. A participação conduz a mudanças de atitude que, por sua vez, motivam os alunos a aplicar a Bíblia em suas vidas.

• Aplicação na vida. É essencial aos professores e pais que ensinem visando a aplicação dos ensinos na vida dos alunos. Tiago 1.22 diz: “Sede cumpridores da Palavra e não somente ouvintes, enganando-vos”. Através da conversa dirigida e do envolvimento ativo no processo de aprendizagem, a Palavra de Deus pode ser colocada em ação na vida de nossas crianças e alunos.

(Extraído e adaptado do livro: Manual de Ensino para o Educador Cristão, CPAD)

IV - Atividade
“Os alunos farão, juntos, um “Cantinho de Oração”. Providencie antecipadamente uma figura de alguém orando, ou de um par de mãos postas, e dê para alguns alunos colorir. Outro grupo de alunos fará o letreiro “Cantinho de Oração”, numa tira de cartolina. Um terceiro grupo colará o letreiro e a figura numa folha de isopor ou cortiça. Pronto, está feito o “Cantinho de Oração”. Agora distribua pequenos pedaços de papel, onde cada um escreverá uma oração ou fará um desenho representando a sua súplica. Diga que, assim como Ezequias apresentou a carta a Deus no templo, eles também apresentar-lhe-ão os seus pedidos. Podem orar segurando-os nas mãos levantadas, e depois você os fixa com alfinetes no “Cantinho de Oração”. Nos próximos domingos, volte a orar por estes e por novos pedidos, lembrando de agradecer a Deus à medida que forem respondidos” (Marta Doreto).


Nenhum comentário:

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...